INTERNACIONALIZAÇÃO

 

A carreira internacional de Amália Rodrigues foi das mais longas e globais de todo o século XX.  As comemorações do Centenário do seu nascimento privilegiarão a promoção internacional do legado de Amália, quer através da programação de Festivais Internacionais de Fado, quer através de um grande concerto na sede da UNESCO em Paris, no seguimento da associação daquele organismo à efeméride.

 

FESTIVAIS INTERNACIONAIS DE FADO

A programação dos Festivais Internacionais de Fado, coproduzidos pela Câmara Municipal de Lisboa, através da EGEAC – Museu do Fado, desde 2010,  não podia deixar de prestar homenagem à memória viva de Amália Rodrigues. A energia vital do Fado contemporâneo é também a celebração do legado imortal de Amália Rodrigues. No dia 6 de outubro de 2020 iremos celebrar esse legado com um concerto que será transmitido em live streaming a partir da Casa de Amália Rodrigues na Rua de S. Bento para diferentes países na América Latina.

Introdução histórica: Rui Vieira Nery

Sara Correia, Fábia Rebordão e Cuca Roseta

Coprodução: CML – EGEAC – Museu do Fado, Fundação Amália Rodrigues, Everything is New e Alto e Bom Som

 

GALA NO GRANDE AUDITÓRIO DO WORLD HERITAGE CENTER UNESCO, PARIS

No seguimento da decisão do dia 25 de Novembro de 2019, pela Conferência Geral da UNESCO, de associação às celebrações do Centenário do Nascimento de Amália Rodrigues, a sede da UNESCO em Paris acolhe a realização de um concerto evocativo do legado da artista.

Data a definir

Amália Rodrigues em Paris, 1954. Col. Museu Nacional do Teatro e da Dança